terça-feira, 4 de março de 2014

Adidas - porque essas camisetas chocaram tanto?

 Recentemente houve uma polêmica e uma revolta muito grandes contra algumas camisetas confeccionadas pela Adidas referente à Copa do Mundo que será realizada no Brasil em junho deste ano. Abaixo as imagens e o link para uma das reportagens sobre o assunto.





Polêmica à vista: Adidas lança camisas da Copa com conotação sexual 

 


Há uma certa estranheza quanto a essa revolta ser tão grande, considerando que a propaganda do próprio Brasil convidando as pessoas a passar as férias aqui muitas vezes incluem mulheres sensuais de biquíni, e ainda o Carnaval que invariavelmente tem mulheres praticamente nuas desfilando e sendo exibidas na TV aberta em qualquer horário, Isso para não falar da Globeleza que está nua mesmo, só coberta de tinta e glitter. 


Já há alguns anos se proibiu no Brasil a associação explícita entre turismo e prostituição, mas é público e notório que o turismo sexual continua firme e forte. Mas pelo menos há uma campanha para pelo menos tentar diminuir um pouco essa imagem do Brasil no exterior, só que esse tipo de coisa leva tempo. 


Ministério do Turismo notifica sites por associar o Brasil ao turismo sexual

 

 

 Abaixo imagens do Carnaval, bastante ilustrativas:

 




Aqui, uma propaganda que também gerou protestos, e que não tem nada a ver nem com turismo nem Carnaval:



Mas e aí, qual foi o "pecado" da Adidas? 


Foi terem infringido uma regra não escrita, por terem extrapolado uma imagem que sempre foi um pouco mais velada. Até agora a imagem de mulheres seminuas sempre foi associada a praia, verão, férias, Carnaval. 


No momento em que a Adidas fez a associação de um evento esportivo com sexo e pegação, acabou escancarando uma realidade que de outra forma não choca por estarmos acostumados com as associações usuais (praia, verão, férias, Carnaval).


Parece que finalmente alguém percebeu que o rei está nu...



 




 

 




2 comentários:

  1. Muito boa reflexão em torno do falso moralismo envolvendo a imagem do Brasil novamente. Nós como povo, se não gostamos da nossa imagem ligado a sexo e pegação ao menos nos acostumamos e não fazemos o menor esforço para mudar.

    ResponderExcluir