quarta-feira, 23 de outubro de 2013

E em algum lugar do Facebook...







Na Marcha das vadias, Paula Berlowitz com o cartaz dela,
 e eu com o meu polêmico cartaz.



Em uma postagem colocando em discussão o cartaz que usei na Marcha da Vadias, coletei as seguintes 'pérolas' nos comentários (mantive a grafia do jeito que estava):

- "Dona, se a senhora , do cartaz, levar uma cantada não é assédio... é milagre !"
- "alguém meche com essa véia? hahaha"
- "Quem cantaria uma anciã dessa ai?"
- "caminha na rua tropeçando nas tetas e ainda acha que leva elogio"
- "Quem vai cantar uma baranga dessas???????"
- "Normalmente as mulheres feias, velhas ou gordas são contra cantadas de rua, por um simples motivo: Como ninguem as elogia, não querem que elogiemos mais ninguém!"
- "Essa senhora é tão assediada assim? Faça-me o favor..."
- "elesa pode caminhar tranquila que nao receber nem um fiu fiu"
- "véi, na boa, quem dá cantada nisso?"
- "quem vai cantar esta merda?"
- "Tem que estar muito necessitado pra cantar essa senhora."

https://www.facebook.com/IconoclastiaIncendiaria/posts/490970384344016

[Postagem no blog dele - http://iconoclastia.org/2013/05/27/toda-cantada-de-rua-e-assedio/]

Respondi:


"Eu sou a 'velha', 'baranga', etc, que segura o cartaz. Fiz uma 'pequena' coletânea dos comentários sobre mim só aqui nesta postagem, o que já dá uma boa ideia do nível mental de quem acha que estou errada.

Quer dizer, tudo se resume a criticar a minha aparência/idade e achar que estou ressentida, mal amada, etc.
Na verdade eu represento mais de CINCO MIL pessoas que curtem a página  
Cantada de rua - conte o seu caso.
Se querem saber mesmo o que as mulheres sentem e pensam, vão lá dar uma olhada.

Para finalizar, se eu levo ou não cantada, não vem ao caso. Não é isso que está em discussão."


Alguém em solidariedade me disse para não levar em consideração; a minha resposta foi:

"Eu não levo em consideração, estou só mostrando até onde vai a falta de civilidade dessas pessoas. Se cantam mulheres do jeito que me trataram aqui, as reclamações são plenamente justificadas. Não acha?"


Mais adiante acrescentei:

"Interessante MESMO é observar como o autor da postagem permite essas tentativas de me insultar. Digo tentativas, porque elas dizem tudo sobre a pessoa que tentou me insultar, e nada sobre mim."


Update:
Depois ele me esclareceu que não censurou porque achou (com razão) que as ofensas jogavam contra quem as fez. Disse que tiraria se eu quisesse mas eu disse que podia deixar lá.

Mas mesmo assim ele não se convence que o problema é mais sério do que ele pensa, e insiste que 'tem que saber separar cantada de assédio.'  Na verdade sabemos separar, mas eu continuo insistindo que um estranho não devia falar nada para uma estranha na rua a menos que ela dê algum sinal de que está receptiva a algum tipo de abordagem.

***********************************

7 comentários:

  1. A moça da foto (moça sim, pois a juventude está na alma e não na idade) é linda, livre dos padrões, porque quando as mulheres vão envelhecendo as pessoas começam a trata-las como nada? Você é linda moça :)
    Cantada de rua é ASSÉDIO e não elogio, entendam.

    ResponderExcluir
  2. Como sempre, os machinhos tentando desqualificar a mulher. É como os babacas que cantam as meninas e,quando respondidos com um palavrão ou dedo do meio, começam a xingá-las. A linda passa a puta de um segundo pra outro.
    Não temos que separar cantada de assédio, não. Que direito tem um estranho de nos abordar e fazer quaisquer comentários sobre nós? Gostamos sim de elogios, mas de nossos amigos (as), companheiros (as), filhos (as),etc, enfim, pessoas do nosso convívio, a quem demos LIBERDADE para interagirem conosco neste sentido. Ao estranho, que se contente em guardar sua opinião para si, pois não somos mercadoria em exposição para avaliação do público.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, cada vez fica mais claro que a vasta maioria das mulheres está farta de tudo isso, só falta os homens entenderem finalmente.
      Beijo

      Excluir
  3. A mensagem do cartaz ao lado esquerdo é super interessante! Vou usar sempre que precisar. Ah, e não dê ouvidos a estes péssimos comentários que você leu no Face ou em qualquer lugar que a pessoa acredite que possa se mostrar tão fraca assim porque realmente é como você disse: "Interessante MESMO é observar como o autor da postagem permite essas tentativas de me insultar. Digo tentativas, porque elas dizem tudo sobre a pessoa que tentou me insultar, e nada sobre mim."

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. O Sakamoto falou que se eu fico incomodado com a cantada de outro cara estou sendo homofóbico. Alguém explica?

    ResponderExcluir