segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O que querem os antifeministas?

Vejo tantas página e blogs e fóruns que se opõem ao feminismo que acabei ficando curiosa. 
Afinal, o que eles realmente desejam que aconteça?


Querem que as mulheres - 

- deixem de ter o direito de votar e se candidatar?

- não tenham mais o direito de estudar e trabalhar?

- sejam obrigadas a se dedicar só à casa, filhos e tarefas domésticas?

- não andem mais nas ruas para não ter que ouvir todas as grosserias que muitas ouvem atualmente?

- que andem vestidas com há cem anos, ou de burca de preferência?

- que as que não se casarem tenham como única alternativa ser sustantada pelo pai, tio ou irmão, ou então tenham que entrar para um convento?

- não tenham acesso a métodos anticoncepcionais, sendo as únicas alternativas o casamento e quantos filhos vierem, ou a castidade?

- tenham que aguentar um marido (ou pai, ou irmão) autoritário, que possa bater nelas sem que elas tenham o direito a qualquer defesa?

Enfim, tem muitas outras possiblidades, mas não vou me estender mais.

Fica a indagação. Se alguém quiser responder, fique à vontade.

*************************************************

10 comentários:

  1. Talvez antifeministas queiram tratamento igual quando forem acometidos por um derrame e espancados pela esposa e ouvirem que a Lei Maria da Penha não pode servir para eles, ou quem sabe punições severas para os casos de denúncias falsas de pedofilia (cerca de 90% dos casos) feitas por ex-cônjuges... Ou quem sabe o direito de não serem comparados a cachorros em comerciais como o do Bom Bril, ou até mesmo o direito de dizer que não gostam de mulheres acima do peso sem serem taxados de chovinistas, mesmo após terem tomado vários foras por terem sido considerados obesos, ou magros demais, ou baixos demais etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Lei Maria da Penha já foi usada a favor de homens quando o Juíz assim considerou procedente.
      E que eu saiba qualquer acusação falsa é punível por lei, não há dúvida quanto a isso.
      Quanto ao resto, concordo, mas aí é uma questão de educação de todos.

      Excluir
    2. "o direito de dizer que não gostam de mulheres acima do peso sem serem taxados de chovinistas, mesmo após terem tomado vários foras por terem sido considerados obesos, ou magros demais, ou baixos"

      Bommeu caro,vc quer ser aceito do jeito que é mas ter o direito de exigir uma Miss Brasil,acha justo? Somos muito cobradas para sermos magras,jovens e lindas e isso vc nem ao menos contestou.....zero empatia pra vc!

      O antifeminismo nada tem de louvável,não passa de um retrocesso á época em que os privilégios masculinos não eram questionado.

      Feliz natal pra todos..

      Excluir
  2. Os tais antifeministas querem que as mulheres nao sejam instrumentalizadas e usadas como massa de manobra.

    ResponderExcluir
  3. Acredito que essas pessoas sejam contra o feminismo ou por pura ignorância ou porque simplesmente não sabem a diferença entre as palavras "femismo" e "feminismo"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, o feminismo luta pela igualdade, não apenas pelos direitos das mulheres ("em tese").
      Mas acho "forjado" o termo "femismo", creio que seria apenas um "não feminismo".

      Excluir
  4. Os antifeministas querem o fim do pressuposto que as mulheres são santas e homens demônios. Os antifeministas querem o fim de uma política que promova as mulheres e que para os homens só adicionam mais deveres. Antifeministas defendem que os homens devem ter a mesma humanidade, a mesma compaixão e o mesmo apoio que as mulheres têm.

    ResponderExcluir
  5. Quão previsível é que todos os comentários contrários ao feminismo são representações errôneas do que o feminismo realmente representa?
    Ao que parece, os MRAs são iguais em qualquer lugar do mundo, mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que são...só que nos países desenvolvidos são mais machistas e mais violantos,por exemplo,tem alguns MRAs aqui que querem ser pais de família e tal...lá nos EUA,nos querem como escravas do lar e prostitutas.
      Eu fico me perguntando porque homesn que nos odeiam tanto depois querem ser amados e defendidos pelo feminismo...

      Excluir
  6. Quão previsível! MRAs são iguais em qualquer lugar do mundo.
    Ao menos isso deixa bem claro o quão necessário o feminismo é na nossa sociedade, já que todas as opiniões contra o feminismo são meras representações estapafúrdias do que o feminismo realmente é.
    Perfeitamente bem ilustrado pelos comentários acima.

    ResponderExcluir