terça-feira, 18 de outubro de 2011

"Ele disse que não vai mais deixar eu bater nele!"

Quando vejo certas pessoas argumentarem o porque de serem contra qualquer lei que proteja homossexuais de agressões de qualquer tipo, seja física, verbal ou moral, alegando "liberdade de expressão", "liberdade religiosa", etc, me vem à mente uma história que aconteceu quando os meus filhos eram pequenos.

Uma das minhas irmãs estava de visita e trouxe os filhos. Meu filho mais novo tinha cinco anos e o meu sobrinho era dois anos mais novo. Só que o meu sobrinho tinha um temperamento mais agitado e o meu filho veio se queixar para nós que ele batia nele. A solução que encontramos foi dizer ao meu filho que não deixasse, afinal ele era maior e mais forte, bastava impedir.

Depois de algum tempo aparece o meu sobrinho, quase chorando, e reclamando:

"O fulano disse que não vai mais deixar eu bater nele!" 

Pois é, pois é ...

=D

**********************************************

2 comentários: