sábado, 26 de março de 2011

Fé não é virtude, é ingenuidade - O verdadeiro custo da fé religiosa

*****************************************************

Um dos melhores videos da Atheist Experience.

Vale a pena assistir até o fim, e não é cansativo porque a argumentação é muito clara e muito boa.

*****************************************************




*****************************************************

Um comentário:

  1. Sou ateu (no sentido restrito do criador, etc), mas sempre discuto com amigos filósofos sobre isso e sempre acabamos concordando que nós ateus temos fé na não existência divina e nas tais evidências, já que elas são criadas por nós e em geral, encontramos aquilo que queremos achar.

    A realidade é uma criação humana e criamos também as evidências que nos forem convenientes.

    Um esquizofrênico com alucinação visual e auditiva (veja "Uma mente brilhante") cria uma determinade realidade que, pra ele, é indiscutivelmente real, já que ele cria também todas as sensações físicas (evidências) que lhe são convenientes.

    Mesmo na ciência isso é divertido.
    Qualquer um que estude o impacto emocional da física quântica no início do século XX vai notar certas perdas de referencial (talvez o Capra descreva bem).
    Um elétron por exemplo: não pode ser observado, tem formato não definido e comportamento ambíguo.
    Foi com algo quase surreal que críamos toda a "moderna" sociedade atual.

    Concordo que a nossa fé é a menos pior, mas acho que devemos admitir qe ela também é fé e devemos questionar essa suposta "verdade absoluta das evidências".

    ResponderExcluir