segunda-feira, 22 de novembro de 2010

MILÉSIMO POST DO BULE VOADOR!


 *******************************************************************

Confiram no Blog:

Bule Voador » Blog Archive » MILÉSIMO POST DO BULE VOADOR!


********************************************************************

4 comentários:

  1. Teorias. Editora Scortecci.
    Como vejo meus semelhantes.

    Tenho setenta e três anos, já analisei muitas coisas nesta vida, mas a que mais me impressiona com referência ao ser humano, é sem sombra de duvida o não aproveitamento do potencial maravilhoso do seu cérebro.
    Refletindo, nós estamos no século vinte um, na era da informática, do avião a jato e de tantos outros seguimentos científicos avançadíssimos. Uma das coisas mais importante que precisamos saber é analisar tudo que nos rodeia, enfim sermos observadores de todos os detalhes que envolvem nossas vidas.
    Estamos vivendo em uma época de grandes competições, portanto há uma enorme possibilidade de sermos ludibriados, como se diz na gíria ser passado para traz. Os seres humanos os quais sabem usar sua inteligência, o bom senso e a razão conseguem se livrar dos espertalhões que tentam ludibriá-los, mas há aqueles que desprezam preguiçosamente o potencial maravilhoso do seu cérebro deixando-se conduzir pela medíocre correnteza dos insensatos.
    Mergulhados na correnteza da insensatez, estas pessoas, são facilmente enganadas por políticos inescrupulosos, por vendedores muitas vezes desonestos, pela famigerada mídia a qual os induz ao consumismo exagerado e desnecessário, também, sem sombra de duvida pelos falsos profetas que proliferam por muitos seguimentos religiosos, montando verdadeiros impérios de poder e dinheiro, dinheiro este tirados de pessoas pobres que se entregam de corpo e alma a estes movimentos em busca de prosperidade, cura de enfermidades ou para resolverem problemas emocionais.
    Estas pessoas geralmente estão fragilizadas pela situação adversa em que se encontram, sendo assim se tornam presa fácil dos espertalhões, os quais usam técnicas bem aprimoradas de convencimento, induzindo os a um frenético fanatismo, fanatismo este os quais os levam para um regime de escravidão consensual.

    Paulo Luiz Mendonça. Autor do livro Crônicas, Indagações e teorias, Editora Scortecci.

    ResponderExcluir
  2. Livros Sagrados.
    Quanto mais vivo neste planeta, mais bobagens ouço falar. Os partidários da Bíblia Sagrada, falam com uma convicção tão entusiasmada sobre a veracidade do seu livro, como se eles estivessem participado efetivamente da elaboração do mesmo. Ora este livro foi escrito a tanto tempo, nem se sabe verdadeiramente se foi escrito por profetas ou por pessoas comuns. Outra coisa muito importante, todo estes anos A Bíblia teve varias traduções, em todas Houve varias modificações, às vezes por dificuldades de interpretar certas palavras, e na maioria das vezes por interesse de quem a esta traduzindo. A Bíblia Sagrada, não é a única, existem muitos outros livro sagrados. Temos o alcorão, livro islâmico, temos os Vedas livro da religião da Índia, e muitos outros livros sagrados espalhados pelo nosso planeta. Para mim, ignorar os livros sagrados das outras religiões, e dar crédito somente a nossa Bíblia não passa de interesses particulares e mesquinhos. Deus não é monopólio somente de quem acredita na bíblia Sagrada, Deus se existir realmente ele está a disposição de todos os religiosos da terra e não apenas de um ou de outro grupo. Temos que dar um basta neste jogo de interesses que há no comportamento humano. Temos que praticar mais o amor ao próximo, eliminar de nós o egoísmo, a maledicência, o orgulho, a hipocrisia, o individualismo e muitos outros defeitos que são heranças malditas de todos nós seres humanos. Temos que ter bom senso, refletir com seriedade, todos nós estamos no mesmo barco da incerteza, por isso temos que ser coerentes e remar todos na mesma direção, assim chegaremos mais rápido ao destino desejado, se continuarmos sendo individualistas querendo levar vantagens em tudo não chegaremos a lugar nenhum. Se somos filhos de um mesmo Deus, para que a discórdia, afinal somos todos irmãos, por isso temos que nos irmanarmos para um só propósito, buscar e encontrar a paz e a felicidade tão almejada por todos..

    Paulo Luiz Mendonça. Autor do livro, Crônica, Indagações e Teorias. Editora Scortecci.

    ResponderExcluir
  3. Deus, o mistério.

    Existe em um lugar qualquer do nosso planeta, uma caixa hermeticamente fechada. Esta caixa esta imóvel não tem nenhum odor, não há nada que a identifique. Muitos humanos passaram a observar, andaram a sua volta, a examinaram, chegando até tocar com as mãos, mas nada puderam perceber, era impossível saber seu conteúdo. Esta caixa continua a ser um grande mistério. Algum esperto teve uma idéia maravilhosa e disse; Deus o nosso criador esta nesta caixa, após dizer isso passou a descrever como seria este Deus, ele é onipotente, bondoso e justo, nós somos a sua imagem, ele foi o criador do universo. Foi assim que começou a primeira religião monoteísta.
    Como o negocio foi ficando muito lucrativo, apareceram outros adotando a mesma idéia e assim foi proliferando todo tipo de crença. A caixa continua lá no mesmo lugar e muito bem fechada como sempre esteve. Aquele pseudo conhecimento de Deus foi se alastrando por todo planeta, cada um dando sua versão de acordo com seus interesses, mas até o dia de hoje a caixa não foi aberta tudo que se fala, sem nenhuma duvida são suposições, pois o mistério continua, ninguém pode dizer que já o desvendaram, acredito que nunca será desvendado, passam gerações e gerações, e o mistério continua a desafiar nossa imaginação. Tudo que é pregado pelas religiões, são somente suposições nada pode ser provado até hoje.
    Não pensem que sou ateu, nada disso apenas tenho um cérebro para pensar, para raciocinar. E qualquer explicação que não tenha coerência, não posso aceitar como verdade. Penso que deve haver um criador de todo este misterioso universo, mas este misterioso criador não precisa ser necessariamente divino pode ser um criador sem dotes celestiais, isso não lhe tiraria os méritos diante de tamanha construção.
    Sei muito bem que minhas palavras não irão mudar nada na humanidade, pois isso já esta enraizado na mente humana não há como mudar. Gostaria que pelo menos as pessoas usassem mais o potencial maravilhoso dos seus cérebros, refletissem com mais clareza, deixando com isso de ajudar muitos espertos a montarem verdadeiros impérios de poder em nome deste Deus que continua fechado na caixa misteriosa.

    Paulo Luiz Mendonça. Autor do livro Crônicas indagações e teorias. Editora Scortecci.

    ResponderExcluir
  4. Quero participar de uma maneira efetiva para desmascarar os falsos profetas, procuro uma associação que tenhas as mesmas ideias que eu, as crônicas acima mostram meu modo de ver as coisas. desde já agradeço o espaço para meus comentários Paulo Luiz Mendonça setenta e tres anos e com a mente aberta.

    ResponderExcluir