terça-feira, 12 de outubro de 2010

CARTA ABERTA A FREI BETTO por Gerardo Xavier Santiago

Achei uma resposta extemamente apropriada à declarações "datenescas" de Frei Betto, e vou reproduzí-la aqui.

******************************
CARTA ABERTA A FREI BETTO

Senhor Carlos Alberto Libânio Christo, escrevo esta carta para manifestar a minha profunda indignação com o seguinte trecho de seu artigo publicado na Folha de São Paulo em 10 de outubro deste ano de 2010, intitulado “Dilma e a fé cristã”: “nossos torturadores, sim, praticavam o ateísmo militante ao profanar com violência os templos vivos de Deus: as vítimas levadas ao pau-de-arara, ao choque elétrico, ao afogamento e à morte.”

Como sempre, o seu domínio da língua de Camões é perfeito, o senhor realmente escreve com uma clareza solar. No afã de defender a sua candidata a presidente da República, cuja campanha enfrenta óbvias dificuldades, o senhor compara a prática hedionda e inumana da tortura ao ateísmo militante. Eu sou ateu militante, membro colaborador da ATEA, uma associação brasileira de ateus e agnósticos. O senhor me comparou a um torturador!

Senhor Carlos Alberto, eu nunca pertenci a nenhuma organização totalitária, como a Juventude Hitlerista, por exemplo. E não o faria nem que me pendurassem no pau-de-arara, me dessem choques, me afogassem e me matassem. Com dezessete anos de idade dava o lombo aos cassetetes e respirava gás lacrimogêneo nas ruas para que o senhor fosse anistiado e para restaurar as liberdades democráticas no Brasil. Ajudei a construir o PT e a levar o seu amigo Lula ao Planalto. Felizmente há três anos estou rompido com esse partido e esse governo, que prostituíram os meus sonhos de juventude na lama dos mensalões e na aliança com gente como o ex-presidente Collor e outros similares.

Ao agredir dessa forma infame e injusta aos que não partilham de sua crença em um deus, o senhor mostra a sua intolerância e os seus pendores totalitários. Uma vez li algo que o senhor disse ou escreveu (talvez em seu livro “Calendário do poder”), no sentido de que não é por ser um frade dominicano que o senhor teria que carregar nos ombros a culpa pelas atrocidades da Inquisição. Pelo seu artigo percebo que é verdade. O senhor traz consigo o espírito da Inquisição sem nenhuma culpa por isso.

Gerardo Xavier Santiago, advogado, militante do PT entre 1980 e 2007, ateu, atualmente sem partido

*********************************

A origem dessa indigação toda está aqui:

Frei Betto difama ateísmo e desrespeita ateus ao chamar tortura de “ateísmo militante” em artigo

Um artigo recente de Frei Betto, intitulado "Dilma e fé cristã", difamou o ateísmo e, por tabela, desrespeitou milhares ou milhões de ateus. Referiu-se aos militares torturadores, que haviam prendido Dilma Rousseff na época da ditadura, quando ela era guerrilheira, como pessoas que "praticavam o ateísmo militante".

No blog Arauto da Consciência: http://consciencia.blog.br/2010/10/frei-betto-difama-ateismo-desrespeita-ateus-ao-chamar-tortura-de-ateismo-militante-em-artigo.html

*********************************

10 comentários:

  1. Será que essa carta poderia constar na mesma coluna da Folha onde esse mensageiro/senhor da verdade, digo Frei que teve a infelicidade de difamar os sem fé ? Não se pode pedir algo
    como um direito de resposta ao diretor ou editor desse jornal ?

    ResponderExcluir
  2. Quanto ao Frei Betto, é comum que difame o ateísmo, tendo ele conhecimento e sendo parte consciente de tudo que sabemos sobre os crimes cometidos aos humanos mortos na pira pela "santa inquisição", na ajuda aos amigos de Adolf, quando confeccionava passaportes, após a 2ª Guerra! Em relação ao PT,embora não seja partidário, "De tanto observar monstros, acabou se tornando um". A Dilma até onde sei é ateísta também,mas...
    Muito bem escrita a carta do Dr. Geraldo Xavier e pelo que passou em sua vida, certamente tem uma linda história digna de estar perpetuada num bom livro. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que absurdo! O preconceito e a ignorância desse Frei Betto é de assustar!

    ResponderExcluir
  4. Encaminhei aos canais da folha (e em versão mais pessoal ao Frei Betto, através de seu site) o seguinte e-mail:

    Muito me preocupam as considerações no texto escrito pelo Frei Betto acerca do ateísmo. As palavras, como foram usadas, só servem para espalhar ódio e repulsa aos ateus. São verdadeiros instrumentos da intolerância e se aproximam do fanatismo religioso que tanto mal causa à humanidade. O desrespeito ao ser humano não é característica do ateísmo, mas fruto das convicções absolutas, dos fanatismos, da intolerância e da negação da alteridade, como a incentivada no texto. O alcance da divulgação desse texto na imprensa e o crédito conferido pela autoridade religiosa de Frei Betto exigem atitude mais responsável e ponderada.

    Respeitosamente, Alexandre Correa Rodrigues.

    Sugiro a todos que, assim como eu, se indignaram com esse comentário irresponsável que façam o mesmo. Acredito que há meio jurídico de se conseguir um direito de resposta, já que o Dr. Gerardo sentiu-se, como fez menção, pessoalmente ofendido, além de ter sido genericamente acusado, como todos nós ateus militantes, de crimes que nunca cometeu.

    ResponderExcluir
  5. Resposta do Frei Beto ao meu email :

    "Lamento que os ateus não tenham entendido minha posição contrária ao ateísmo militante, ou seja, pode-se ser
    ateu, mas não negar o Deus no qual cremos ou profanar o templo vivo de Deus que é o ser humano. Frei Betto."

    Quero dizer,que graças a Teologia da Libertação pregada pelo Frei Beto, eu perdi a fé e acabei me tornando ateu. Ironicamente eu digo isso no email, e que não sou capaz de matar nem camundongo.
    Mesmo assim, alguém que tem duas faculdades filosofia e teologia, me responde assim como se o que ele escreveu não fosse tão ofensivo, e que posso ser ateu mas não posso negar Deus ? Tipo, ele pode falar a merda que quiser e eu não posso dizer que acredito que deus não exista, porque ele é assim, uma espécie de autoridade ?
    É de fazer rir para não chorar.

    ResponderExcluir
  6. @N.A.- Eu recebi a mesmíssima resposta, assim como outros; parece ser uma resposta padrão.
    Lamentável mesmo foi essa resposta.

    ResponderExcluir
  7. A mania de não dizer nada com coisa alguma, das pessoas que conservam o credo infantil, não é fora do comum. Conheço uma criança de três anos de idade que diz saber voar e demonstra isso erguendo as mãozinhas, e embora permaneça com os dois pés no chão, afirma já estar entre as nuvens. O Frei Beto, que não é o barbosa, tenta ser lúdico com as palavras "pode-se ser ateu,mas não negar o deus...", o ateu não nega deus,assim como não nega papai noel, coelho da pascoa, a fada do dente, saci-pererê, apenas os mitifica!

    ResponderExcluir
  8. Recebi a seguinte resposta:

    Caro Alexandre,
    agradeço suas considerações a respeito do artigo do Frei Betto. Saiba que as encaminhei para conhecimento do editor da seção e também da direção do jornal.
    Atenciosamente,

    Suzana Singer
    Ombudsman - Folha de S.Paulo

    ResponderExcluir
  9. @Alexandre
    Também recebi uma resposta semelhante, deve ser uma resposta-padrão.

    ResponderExcluir