quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Aborto, política e hipocrisia

Um comentário:

  1. Muito bom o vídeo. Mas não é tão fácil tomarmos uma posição extremista de sermos contra ou a favor. Há muitos fatores envolvidos que devem ser considerados. Precisamos antes saber em que momento pode-se interromper a gestação. Um artigo que considero muito esclarecedor sobre a questão está publicado no livro "Bilhões e Bilhões", Reflexões sobre Vida e Morte na Virada do Milênio, de Carl Sagan: ABORTO: É POSSÍVEL SER "PRÓ-VIDA E "PRÓ-ESCOLHA"? A leitura dele nos ajuda a ter uma posição mais clara a respeito de um assunto tão controverso.

    Quanto a questão de políticos como Lula, Dilma e Serra, não assumirem suas posições a favor do aborto, isso deve-se a fato de termos um estado que se diz laico e é subserviente a líderes e a uma população, na sua grande maioria, religiosa. Cada um deles sabe que seria suicídio político tomar uma posição pró-aborto. Veja por exemplo o vídeo do canalha Silas Malafia. Veja como ele se posicionou contra Marina Silva e como ele oriente seus fiés a votar. O risco que corremos hoje no Brasil é grande, quando vemos cada vez mais aumentar as bancadas evangélicas no congresso. É um retrocesso e reflete diretamente nas posições que os políticos são obregados a tomar em respeito e conseções indevidas a líderes religiosos de plantão. Seu vídeo é muito bom para estimular essas questões. Um abraço.

    ResponderExcluir