terça-feira, 6 de julho de 2010

Celibato & Pedofilia? Não é tão simples assim.

Assim como a explicação simplista da igreja de que a homossexualidade levaria à pedofilia é um argumento dos mais calhordas, e denota uma enorme ignorância sobre o assunto, da mesma forma o argumento de que o celibato leva à pedofilia é falso, na minha opinião.

Acredito que o motivo de haver tantos padres pedófilos tem uma relação indireta com o celibato. A religião sempre tratou as questões sexuais como um assunto que de preferência não deve ser discutido, deve ser reprimido e só praticado sob circunstâncias muito restritas. A religião também transmite a idéia de que basta "se apegar" com ela, e rezar, que tudo se resolve. Dentro desse quadro, seria bem razoável supor que alguém que tem algum impulso ou fantasia pedófila iria pensar que levar uma vida "santa", em celibato, poderia resolver o seu problema.

Só que, como esse assunto é fonte de grande vergonha, não é falado nem discutido, mas fica lá, na cabeça do sujeito. A repressão só funciona até certo ponto, e é muito provável que um dia o impulso venha à tona e se torne incontrolável. Acredito que seja bem possível que haja um grande arrependimento por parte de alguns, e repetidas promessas a si mesmos de que não voltarão a ceder. Mas, como um viciado, ele volta a querer experimentar a satisfação do seu desejo.

E até aí eu não culpo a igreja em si pela existência dessas pessoas. O problema, como estamos cansados de dizer, é que as autoridades da igreja sempre fizeram vista grossa a tudo isso, porque manter os sacerdotes se tornou mais importante do que o bem estar dos paroquianos, que incluem mulheres e crianças (há muitos abusos de mulheres e meninas também).

Importante ressaltar aqui que cada um vai agir de acordo com a sua natureza íntima. Se o sujeito é hétero, vai transgredir seus votos de castidade com mulheres; se for homossexual, vai transgredir com outros homens; só se for de fato pedófilo é que vai abusar de crianças. Não vejo possiblidade de um hétero ou homo atraídos por adultos de repente direcionar seu desejo a crianças, não faz sentido nenhum.

Isso tudo que escrevi é baseado em várias fontes e expressa uma análise pessoal minha. Posso estar errada em algumas coisas, mas por enquanto foi a essas conclusões que cheguei.

Quero agradecer a todos que leem o meu blog, e especialmente aos que comentam.

Grande abraço a todos.

10 comentários:

  1. Concordo basicamente. Há porém uma possibilidade de ligação indireta. Supondo que a pulsão sexual seja forte, a proibição do sexo faria com que o indivíduo buscasse alguma forma de satisfação: qualquer uma que estiver mais facilmente disponível. Como crianças são mais vulneráveis - mais fáceis de se manipular e mantê-las caladas -, elas poderiam ser vítimas mesmo sem uma natureza manifestamente pedófila preexistente no indivíduo. (Sim, sim, hediondo de qualquer maneira.)

    []s,

    Roberto Takata

    ResponderExcluir
  2. Sim, concordo que essa é uma possiblidade, mas provavelmente só em casos extremos.

    ResponderExcluir
  3. Essa besteira de que a homossexualidade levaria à pedofilia é pura cara de pau desses safados.
    voto de castidade é complicado , por que uma hora ou outra a pessoa "cede" as suas vontades..
    afinal .. sexo é uma coisa normal do ser humano (quando é feito com consentimento , e com maiores de idade)
    Então chega uma hora que a pessoa esquece da castidade e comete esse tipo de coisa...
    seja hétero o homo...basta "cair em tentação"..

    então não tem relação nenhuma

    ResponderExcluir
  4. Já fui católico e sei que é possível levar uma vida celibatária e casta sem que se seja homossexual. Concordo com a Asa de que celibato ou homossexualidade não levam à pedofilia. O problema, realmente, é a conivência da hierarquia católica com tal prática nos meios eclesiásticos. Para mim ser católico é ter um ideal de santidade. Quem assim vive merece meu respeito, a par de minha lástima por seu equívoco ideológico.

    ResponderExcluir
  5. Wolf Edler

    mas o senhor pode me responder uma coisa?

    a atração sexual é um "atributo" humano...
    O senhor acha mesmo que fazendo um voto de castidade o cristão está livre de tal tentação??

    ResponderExcluir
  6. @Wolf Edler
    É importante esse ponto que levantou. É claro que existem aqueles que tentam levar uma vida casta com toda sinceridade, e alguns conseguem. Esses merecem o meu respeito, só lamento pelo sacrifício inútil.

    ResponderExcluir
  7. Eu também acho isso. Que os caras "dementes", com desejos torpes, tentam se redimir dedicando sua vida a igreja. Assim como alguns "ex-gays" que viram pastores evangélicos.

    ResponderExcluir
  8. muito lucido esse post. vc saiu completamente do cliche e das analises superficiais.

    ResponderExcluir