quinta-feira, 24 de junho de 2010

Homofobia mata mais um! Até quando??

A morte de um menino de 14 anos, por motivo claramente homofóbico, é apenas a última das muitas violências que os homossexuais sofrem nesse país.
A comunidade e o blog de Homofobia Já Era publicou um manifesto e está de luto, com o qual me solidarizo. Leia mais aqui


Estou chocada e revoltada.


Mais notícias na Globo, link aqui.

17 comentários:

  1. Algumas coisas não me deixam apenas de mau humor, me deixam triste.

    ResponderExcluir
  2. Fico tentando me colocar no lugar da mãe dessa criança. Tenho 5 netos com idade entre 7 meses e 16 anos;os maiores não mostraram sinais de homossexualidade, e sabem quecaso assumam, terão todo amor, apoio e respeito de toda a família, mas, creio que morreria de dor e preocupação por antecedência se algum deles assumir-se gay sabendo que estamos a mercê de bestas feras tão cruéis. Aqui em São Paulo o caso do assassinato em série de 14 homossexuais, anda a passos de tartaruga. A sensação da impunidade de criminosos homofóbicos faz com que os crimes proliferem. Triste e doloroso.

    ResponderExcluir
  3. Olha só isso agora:

    Na mira dos skinheads
    Seis jovens - todos amigos do estudante Alexandre Thomé Ivo Rajão, de 14 anos, sequestrado, espancado, torturado e morto por estrangulamento na madrugada de segunda-feira passada - estão sendo ameaçados de morte em razão dos depoimentos prestados na 72ª DP

    http://www.jornalsg.com.br/site/pol%C3%ADcia/2010/6/26/14099/na+mira+dos+skinheads

    ResponderExcluir
  4. O que me deixa enfurecido também são esse bando de políticos homofóbicos e religiosos e outros membros de igreja dizendo que não existe homofobia e que não estão nem aí pros assassinatos de gays e intolerância contra os mesmos.

    ResponderExcluir
  5. religiosos e politicos homofobicos adoram dizer que não existe homofobia no brasil.
    que os crimes de odio são minoria.

    terrivel. terrivel.

    ResponderExcluir
  6. Li a reportagem e em lugar algum ficou claro que o jovem foi assassinado por ser homossexual. Na verdade, ninguém sabia de fato se ele era gay. A informação que surge na notícia é que o grupo dele brigou com outro grupo, isso foi a motivação do crime. Apesar de ser uma grande perda para a família e como um valioso ser humano, a ligação de homofobia é irresponsável e não se atém aos fatos.

    Um abraço Asa Heuser.

    ResponderExcluir
  7. Nunca vi um religioso no Brasil, por mais radical que ele seja afirmar o que o Luciano disse acima: " não estão nem aí pros assassinatos de gays e intolerância contra os mesmos". Luciano, poderia provar as suas afirmações sensacionalistas?
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. @vasili tsaisev
    Sugiro que se informe melhor, porque mesmo que o menino em questão não fosse gay, ele foi atacado por defender um amigo gay, e o grupo que o matou, com requintes de crueldade, prega o ódio contra gays. O motivo para o assassinato foi homofobia, independente do menino ser gay ou não.

    ResponderExcluir
  9. vasili,
    Se os religiosos "estivessem ai" pro assassinato covarde de homossexuais não usariam tão descaradamente os hipotéticos casos de Sodoma e Gomorra (genocídio de presumidos homossexuais) como exemplo de "justiça divina".
    Só pra inicio de conversa...

    ResponderExcluir
  10. Asa,

    primeiro, a informação da matéria é que o motivo foi briga.
    Agora, vc quer tornar o caso como homofóbico. Neste caso acho que não cabe. Se bem que não aceito a homofobia, se ela existir, né? mas também não concordo com o comportamento homossexual que é nojento e anti natural.

    ResponderExcluir
  11. Dorothy,

    Os "religiosos" como vc define estão preocupados sim com as injustiças onde qyer que elas estejam. Mas o que está acontecendo no brasil é que todo crime em que um homossexual é vítima, querem dizer que foi homofobia, mas se esquecem que um homossxual também pode ser morto por prostituição, trafico e consumo de drogas, brigas, etc. Crianças também são covardemente assassinadas, mulheres também. O exemplo de Sodoma e Gomorra apenas apresenta como Deus repudia o ato de sodomia. Ato que não trás nenhum benefício para a raça humana. Coisa que vc defende bem, né? Mas eu não posso discordar desse comportamento? A lei me dá esse direito ou não?

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. @vasili tsaisev
    Quero lhe pedir para analisar todos os depoimentos e reportagens que saíram a respeito do assunto e dê a sua opinião sobre qual foi a motivação desse crime.
    Eles torturaram por duas horas um menino de 14 anos, que mora com os pais, tinha um bom comportamento, era estudioso, etc. Que eu saiba não há evidência nenhuma de envolvimento com drogas ou prostituição.
    Então me diga: o que motivou esse crime?

    Quanto aos adjetivos que usou para designar a homossexualidade, não gostei.
    A lei te dá o direito de discordar, de não gostar, e você pode até dizer que é "pecado", mas NÃO TEM O DIREITO de achincalhar com termos como esses que usou.

    ResponderExcluir
  13. Asa...
    quando respondi a sua postagem é porque já havia lido a reportagem e seguido os links. Não vi nada que indique que o jovem foi assassinado por ser homossexual.

    O que motivou o crime está nas reportagens: a briga. realmente foi uma fatalidade. Mas foi a briga, só isso. Não utilize como motivo político sensacionalista para a sua causa, por favor.
    Desculpe se te ofendi com os "adjetivos", mas que é anti natural, ah, isso é sim. Vc não pode negar e nem me sensurar por isso, pois, segundo vc, sensura não deve existir, né?
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  14. Esse argumento de que é "anti-natural", sabe muito bem que é extremamente discutível e não cola. E não foi só isso que você disse.
    E tanto não censuro você, que não deletei os teus comentários.

    Você diz que foi uma briga, só. Eu discordo, porque a minha interpretação dos fatos é diferente. Sei mais sobre homofobia que você, e digo que três ou quatro rapazes adultos torturarem um menino de 14 anos,ainda com o aspecto delicado característico da adolescência, revela uma raiva desproporcional ao motivo. Essa raiva é quase sempre vista em homofóbicos em relação a quem eles pensam que é gay, mesmo que não seja.

    ResponderExcluir
  15. Asa, bom dia.

    O relacionamento homossexual é anti-natural sim! Vc não pode negar. Vc acha natural uma mulher ficar "se abraçando com outra" (com todas as suas implicações) é natural? O órgão genital feminino foi feito para outro feminino? Isso é natural? O ato homossexual masculino segue a mesma lógica.Ainda que eu fosse o mais inveterado ateu, reconheceria que esse ato não traria nenhuma vantagem para para a "espécie" humana.

    Bem, sobre o garoto, vc falou acertadamente: é uma interpretação sua, particularizada pelo seu viés anti-religioso. vc encontrou uma causa de luta comum entre pessoas que se vêem pressionadas pela sua cosmovisão. E como os cristãos nunca poderão aceitar tal atitude, vc ganhará "adeptos" para os "sem-deus". Mas acho que vc está sendo parcial consigo mesma.
    Muitos casos de violência que culminaram em morte, de mulheres, crianças tiveram os seus motivos mais diversos. A insistência cega de que foi por homofobia é "forçar a barra". Como vc quer que as pessoas sejam uma "livre-pensadora" como vc se diz, tentando que as pessoas engulam sua interpretação particular?

    Vc não me censurou, mas já ameaçou deletar meus comentários, com esse aviso de que não deletou.

    Me mantenho inabalável! Homofobia é uma doença e é utópico lançar essa acusação doença na população que não concorda com comportamentos anti-naturais e ofensivos. Não como pessoas, mas o ato em si é vergonhoso. Desculpe a sinceridade.

    A acusação de homofobia é desumana, irracional e irresponsável. Não para quem realmente se utiliza de violência, esses devem ser internados por causa da patologia. Mas uma pessoa que não aceita, não concorda com o ato, é irresponsável e é anti-constitucional.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. Eu NÃO ameacei deletar as suas postagens, falei aquilo porque VOCÊ me acusou de querer censurá-lo.

    Você sempre vai enxergar esse assunto através de sua lente distorcida da religião, que afirma coisas sem ter relamente conhecimente científico atualizado a respeito. Por isso sei que a discussão é inútil.

    Na minha opinião, irresponsabilidade é continuar incutindo na mente das pessoas que a homossexualidade é algo que prejudica a sociedade, porque reforça o preconeceito e dá justificativas às de mentalidade doentia de cometer atos como estes. Por outro lado, alguém já ameaçou algum homofóbico de morte??? Nunca vi.

    Eu disse que você tem o direito de não gostar, de não concordar, mas NÃO TEM O DIREITO DE ACHINCALHAR, assim como não é mais permitido sair por aí dizendo que negros/judeus/mulheres são inferiores, etc.

    ResponderExcluir
  17. Asa,

    Preciso destacar bem as suas palavras com aspas. Vc está distorcendo as minhas palavras. Pois bem,

    Asa escreveu: "Você sempre vai enxergar esse assunto através de sua lente distorcida da religião, que afirma coisas sem ter relamente conhecimente científico atualizado a respeito. Por isso sei que a discussão é inútil".

    Então a religião distorce a realidade? Não me faça rir, por favor. Quem sabe vc está com a mente distorcida por causa do seu ateísmo. Achar que pessoas do mesmo sexo fazer sexo é normal é contra o bom senso e uso natural dos órgãos do corpo com as suas funções. Agora, que conhecimento científico atualizado é esse? Esse conhecimento autoriza a homossexualidade, é?

    Asa escreveu: "Na minha opinião, irresponsabilidade é continuar incutindo na mente das pessoas que a homossexualidade é algo que prejudica a sociedade, porque reforça o preconeceito e dá justificativas às de mentalidade doentia de cometer atos como estes".

    Ninguém incute na sociedade que a homossexualidade é algo que prejudica a sociedade. Esse ato prejudica as pessoas que praticam tais atos. Vc quer saber onde se encontra o maior indice de DSTs? Inclusive a AIDS? A mentalidade doentia irá agir assim, com violência, a despeito de qualquer coisa. Isso não só contra os homossexuais, mas contra mulheres, crianças (pedófilos) e idosos. Então criticar o ato não autoriza a usar de violência contra as pessoas. Os que agem assim (se é que existem) o fazem por serem doentes mesmo. E não são adeptos de religião alguma. Devem ser ateus, os que estão agredindo homossexuais. Agora, digamos que a familia "Heuser" se tornassem homossexuais, em quanto tempo tal família, geração seria extirpada, eliminada? Até a biologia evolucionista deve lutar contra essa postura a luz de seus postulados. Isso só mostra o quanto vc arvora uma bandeira com a finalidade de angariar adeptos para o seu ateísmo.

    Asa escreveu: "Por outro lado, alguém já ameaçou algum homofóbico de morte??? Nunca vi".

    Eu nem sequer nunca vi um homofóbico. Não conheço nenhum. A não ser que vc entenda que homofóbico são aqueles que não aceitam tal comportamento. O que a luz da lógica, razão, da ciência e constituição é irracional. Não faz sentido. Agora, essa sua pergunta não faz sentido. Pois, ninguém deve ser ameaçado de morte por motivo algum! Seja por homofobia ou por homossexualidade.

    Asa escreveu: "Eu disse que você tem o direito de não gostar, de não concordar, mas NÃO TEM O DIREITO DE ACHINCALHAR".

    Onde eu "achicalhei"? Por favor, me diga. Ser sincero é isso? Cometi algum crime, se sim, onde? A sua afirmação seguinte me acusa de fazer algo não permitido.

    Asa escreveu: "assim como não é mais permitido sair por aí dizendo que negros/judeus/mulheres são inferiores, etc".

    Onde eu disse que homossexuais são inferiores? Ninguém é inferiror, até um homofóbico. No máximo ele seria um doente patologicamente diagnósticado. Nada além disso. Agora, diga ao Dawkins, Dennet, Harris, Hitchens que os religiosos não são inferiores como eles defendem. Somos todos iguais perante Deus. E seremos julgados segundo a sua reta justiça. Vc também, mas só crerá naquele dia, quando será tarde demais.

    Um abraço.

    ResponderExcluir