terça-feira, 29 de junho de 2010

Artigo na Zero Hora - "O guarani e a Inquisição" [por Augusto Franke Bier]

"..a religiosidade dos índios não reconhecia o pecado."

Interessantíssimo o artigo que saiu hoje no jornal Zero Hora no Rio Grande do Sul:
O guarani e a Inquisição

Abaixo repeoduzo parte dele:

[...]
Na tarefa cruel de submeter povos gentios à tutela do deus cristão – que se desenvolvia paralelamente na busca por ouro e territórios –, muito sangue nativo foi derramado. Levou tempo até que os guaranis tivessem que optar entre cair nas mãos dos bandeirantes escravizadores e se deixar “domesticar” no aldeamento das missões jesuíticas. Mas a glória da experiência missioneira, sempre evocada na arquitetura monumental e nas artes remanescentes, tem nos nativos uma história de resistência que a própria Santa Madre Igreja evoca com desconforto – quando o faz! E isso vem à baila quando perguntamos o seguinte: por que, em quase século e meio de dominação, as reduções não produziram um único padre índio?

A resposta, ironicamente, vem de um jesuíta paraguaio, padre Bartolomeu Meliá, talvez a maior autoridade em estudos missioneiros ainda viva. Escreve ele que a religiosidade dos índios não reconhecia o pecado. Logo, desprovidos de culpa, não teriam como ser submetidos pelos padres, porque o maior instrumento de coerção da cristandade – a ameaça do castigo eterno – não surtia efeito
[...]
.

Isso confirma aquilo que não é nenhum segredo, mas que é sempre bom ressaltar: se conseguir que as pessoas se sintam culpadas por coisas que não podem evitar (porque são coisas naturias, inerentes às nossas características humanas, como a fantasia e a sexualidade), se torna muito fácil manipula-las e dominá-las.

E usar esse tipo de expediente é uma das coisas mais covardes e calhordas que consigo imaginar. Nojo!

6 comentários:

  1. Nojo (3)

    santo agostinho já sabia disso .... especialmente na insistencia dele de que o ser humano é pecador porque já nasce de um pecado .....

    ResponderExcluir
  2. muito bom o post!

    to gostando cada vez mais do blog.

    p.s: tambem gostei muito de minha vida sem mim.

    beijo.

    ResponderExcluir
  3. @rayssa gon
    Obrigada pelo comentário, isso mostra que estou conseguindo alcançar o meu objetivo.
    Andei um pouco parada, mas parece que a inspiração voltou. :)
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Asa meus parabens!!
    mais uma vez, seu post foi muito claro, objetivo.
    precisamos de mais gente assim com a coragem que voce tem.

    =]

    ResponderExcluir