domingo, 13 de dezembro de 2009

Respeitai-vos uns aos outros

Realisticamente falando, não é possível amar a humanidade toda. Não é possível nem mesmo amar a população de uma cidade. Os seres humanos são capazes de amar, num sentido mais amplo, um grupo de 150 a 200 pessoas com quem tem laços afetivos em algum grau, desde amizade e família, a um envolvimento romântico. Amor é um sentimento, portanto não temos muito controle sobre ele. O amor também é algo bem difícil de definir, as pessoas usam o termo para justificar às vezes comportamentos bem estranhos. Alguns são capazes até de matar em nome do "amor".
Por outro lado, eu nunca vi alguém matar ou se comportar de forma irracional em nome do respeito. Respeito é uma atitude que podemos decidir assumir de forma controlada de consciente.
Cheguei à conclusão há muito tempo de que para fins de convívio em sociedade, o respeito é infinitamente superior ao amor. O amor desgasta, o amor exige muito de nós, só conseguimos amar de verdade um número bem pequeno de pessoas.
Respeito podemos ter por qualquer pessoa, mesmo que seja apenas no sentido de respeitar a sua integridade física.

Um "Respeitai-vos uns aos outros" na hora certa e no lugar certo teria evitado muitas tragédias.

7 comentários:

  1. Olá, Åsa! Adorei o texto pq também concordo em bastante coisas que vc falou, mas na parte do amor ser um sentimento e por isso não se pode controlar eu não concordei! Acho que dá pra controlar sim. Se as pessoas se respeitassem mais evitaria muitas tragédias? Mas é claro! E o respeito é muito mais forte e preciso numa sociedade!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Sim,Åsa, você está correta. O respeito é muito mais viável quando se fala em "proporções populacionais". Acho que eu não alteraria uma vírgula do que você disse.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. ótimo, vc realmente esta coberta de razão! adorei seu post, continuarei acompanhando seu blog :D
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Àsa,

    Gostaria de convidá-la, e também os seus leitores, a conhecerem o meu blog:

    www.polimatico.com.br

    Talvez seja interessante.

    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Também acho que o respeito funciona melhor do que o amor. Respeitar exige bem menos e é mais efetivo!!!!
    Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  6. Eu só gostava de saber o motivo que leva um estado laico, como o português, a dar feriado aquando da próxima visita do Papa em Maio - e logo na tarde de 11 para os lisboetas, todo o dia 13 para todos e dia 14 de maio de manhã para o Porto.E estamos em crise. E só para os funcionários públicos. os católicos que quisessem estar presentes e ver o Papa, descontassem esse tempo no seu salário. Nenhum chefe de Estado - como é apenas para os não católicos, o Papa, dá direito a tolerâncias de ponto ou feriados.
    E os não católicos pagam do mesmo modo os seus impostos. Este foi o país cujo governo se recusou a receber o Dalai Lama...

    ResponderExcluir