terça-feira, 20 de outubro de 2009

Uma longa tradição


Eu sou atéia de terceira ou quarta geração. De terceira eu tenho certeza, os meus avós paternos eram ateus declarados. No entanto eu tenho quase certeza de que os meus bisavós também eram (imagem ao lado: minha bisavó). Nasci na Finlândia onde morei até os meus 13 anos. O ateismo lá creio que tem sua origem principalmente no Iluminismo Francês. Digo isso porque muita gente supõe, errôneamente, que o ateismo deriva do comunismo.

Meu avô paterno fazia parte de um grupo de livres-pensadores no início do século passado. Esse grupo lutava pelo direito de não ter que casar na igreja e batizar os filhos, pois essa era a única opção na Finlândia até 1921. Até hoje existe uma igreja estatal lá, por incrível que pareça a Finlândia não é um país laico. No entanto a religião lá não interfere em assuntos de estado da mesma forma que no Brasil. Parece paradoxal, e é. Creio que é muito mais uma questão de mentalidade do que o que consta na Constituição.

Quanto ao meu avô, existe uma história interessante sobre um amigo dele, participante desse mesmo grupo. Mas isso eu conto na próxima postagem.

5 comentários:

  1. Parece que Dinamarca, embora maior parte das pessoas sejam atéias, ainda tem uma Igreja Estatal também, e o líder político deve pertencer a essa igreja, não é isso?

    É engraçado. Essa exigência parece não incomodar mesmo, já que não vejo críticas sobre isso. Por outro lado, brasil e EUA, politicamente laicos, estão com a cultura atrapalhada...

    PS: Quando cheguei aqui na Alemanha, paguei 3 meses de imposto pra igreja, sem terem me perguntado nada. Descobri que era só eu reclamar. Reclamei, e recebi no próximo salário o que havia pago. =D

    ResponderExcluir
  2. Já é um bonito Curriculum poder dizer que pertence a uma terceira geracao de ateus.
    Tenho inveja disto, eu sou de primeiríssima e com muita dificuldade no início.
    Mas achar que ateísmo deriva do comunismo deve ser coisa de religioso esse super ataque de ignorância.
    Até sábado à noite.

    ResponderExcluir
  3. nossa vc é bem parecida com a sua bizavo

    minha prima ficou muito parecida com a minha falecida vo quando minha vo era jovem
    isso eu notei nas fotos.

    isso lembra aqueles dezenhos comedia em neto ou bisneto fica com a cara dos ancestrais

    ResponderExcluir
  4. Mello, muita gente faz essa confusão do ateismo com comunismo. Por isso mesmo faço questão de mostrar como foi na minha família.
    Vai ser ótimo te conhecer pessoalmente.
    Abraço e até lá.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo, dizem que sou ainda mais parecida com a minha vó.

    ResponderExcluir